A Xiaomi anunciou nesta segunda-feira (20) o lançamento do Redmi Note 9S no Brasil. Com câmera quádrupla e bateria de longa duração, o smartphone chegará com dois modelos por a partir de R$ 2.799.

O Redmi Note 9S conta com um processador Snapdragon 720G, tela Full HD+ de 6,67 polegadas, câmera sobre a tela e 91% de aproveitamento. A bateria de 5020mAh tem carregamento ultrarrápido de 18W e é acompanhada de um carregador de 22,5W.

Redmi Note 9S é o novo lançamento da Xiaomi no Brasil. Imagem: Divulgação

Confira as configurações:

  • Processador: Qualcomm Snapdragon 720G (Octa Core, velocidade de 2,3 GHz)
  • Arquitetura da CPU: Kryo 465 de 8nm
  • GPU gráfica: Adreno 618 GPU
  • Tela: 6,67″ com resolução FHD+ (2400×1080) e tecnologia LCD IPS
  • Memória RAM: 4GB e 6GB
  • Memória Interna: 64GB e 128GB
  • Memória expansível (microSD): Até 512GB
  • Câmera frontal: 16MP, 1,0μm, abertuta f/2.48
  • Câmeras traseiras: 48MP + 8MP + 5MP + 2MP; Câmera principal de 48MP, 0,8μm, abertura f/1.79, lentes 6P, Super Pixel 4 em 1; Câmera ultra grande-angular de 8MP com campo de visão de 190 graus, 1,12μm, abertura f/2.2; Câmera ultra macro de 5MP, 1,12μm, abertura f/2.4, auto foco (2cm-10cm); Câmera teleobjetiva de 2MP, 1,75μm, abertura f/2.4, fotos com desfoque (modo retrato)
  • Capacidade da bateria: 5020mAh, com 18W de potência máxima de carregamento

Somente até às 23h no horário de Brasília desta segunda-feira (20), você pode realizar a pré-encomenda do Redmi Note 9S na loja oficial da Xiaomi por valores promocionais: R$1799,99 pelo modelo de 64GB de armazenamento; e R$1.999,99 para versão de 128GB. De acordo com o site oficial, os produtos adquiridos na pré-venda serão enviados a partir de 30 de maio de 2020.

Após a promoção, o modelo do Redmi Note 9S de 4GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno custará R$ 2.799, enquanto o modelo de 6GB e 128GB de armazenamento interno custará R$ 2.999. O aparelho chegará ao Brasil nas seguintes cores: Interstellar Grey (cinza), Glacier White (branca) e Aurora Blue (azul).

Via Agências/IGN

Comentários do Facebook