Joaquin Phoenix, premiado no Globo de Ouro 2020 pela atuação em Coringa, foi preso nos Estados Unidos. O ator participava de um protesto organizado pela atriz Jane Fonda (Grace & Frankie) contra mudanças climáticas – intitulado “Fire Drill Friday” -, que acontecia em frente ao Capitólio, em Washington D.C., nos EUA.

A prisão foi relatada pela repórter do The Washington Post Hannah Jewell, que está cobrindo a manifestação no local.

Veja Phoenix sendo levado pela polícia:

Joaquin e outros manifestantes, como o ator Martin Sheen e a atriz Maggie Gyllenhaal, foram detidos pela polícia do capitólio. Os protestos Fire Drill Fridays começaram em novembro de 2019 e, desde então, diversas celebridades foram detidas pelas autoridades locais, incluindo a própria atriz Jane Fonda. Entre os tópicos discutidos no Fire Drill Friday estão a exploração e extração de combustível fóssil, bem como consumo de produtos derivados de animais. As informações são do TMZ.

Os manifestantes foram orientados pela polícia a dispersar o protesto. No entanto, as autoridades foram desobedecidas e alguns dos presentes foram detidos.

Agências/IGNBrasil

Comentários do Facebook