Toho Co (東宝株式会社) é uma produtora de filmes japoneses com sede em Yurakucho, Chiyoda, Tokyo, além de ser uma das empresas do núcleo do Hanshin Toho Grupo Hankyu.

Fora do Japão, ela é mais conhecida como produtora e distribuidora de muitos filmes Kaiju Eiga, séries tokusatsu, os filmes de Akira Kurosawa, e os animes do Studio Ghibli. Alguns diretores famosos, incluindo Yasujiro Ozu, Kenji Mizoguchi, Masaki Kobayashi, e Mikio Naruse, também dirigiram filmes da Toho.

A mais famosa criação da Toho é Godzilla que estrela aproximadamente 30 filmes da empresa. Godzilla, Rodan, Mothra, King Ghidorah e Mechagodzilla são descritos como os “Toho Big Five” por causa das numerosas aparições dos monstros em todas as três eras da franquia, bem como spin-offs.

A Toho também esteve envolvida na produção de inúmeros títulos de anime. Suas subdivisões são:

  • Toho-Towa Distribuição
  • Toho Pictures Incorporated
  • Toho International Company Limited
  • Toho EB Company Limited
  • Toho Music Corporation
  • Toho Costume Company Limited.

A empresa é a maior acionista (7,96%) da Fuji Media Holdings Inc, além de membro da Motion Picture Producers Association of Japan (MPPAJ) e um dos quatro maiores estúdios de cinema do Japão.

História da Toho Co

A Toho foi fundada pelo Hankyu Railway e Ichizo Kobayashi, em 1932, com o nome de Tokyo-Takarazuka Theater Company ou “Tokyo Gekijô Kabushiki-gaisha” que se destacou como uma autoridade do teatro kabuki junto à Shochiku.

Toho e Shochiku competiu com o afluxo de filmes de Hollywood e impulsionou a indústria cinematográfica, concentrando-se em novos diretores como Akira Kurosawa, Ichikawa Kon, Kinoshita Keisuke e Shindo Kaneto. 

Depois de várias exportações filme de sucesso para os Estados Unidos durante a década de 1950, a Toho assumiu a La Brea Theatre em Los Angeles para mostrar seus próprios filmes sem a necessidade de vendê-los a um distribuidor. Além disso, a Toho também teve um teatro em San Francisco e abriu outro em Nova York nos anos 60.

Assim, a Shin Toho Company, que existiu até 1964, foi nomeada New Toho ter rompido com a empresa original. Desde então, tem contribuído para a produção de alguns filmes norte-americanos, incluindo “A Simple Plan”, filme de Sam Raimi lançado em 1998.

As produções da Toho Co mais conhecidas no Brasil

Entre os filmes e séries produzidos pela Toho Co, duas tiveram maior destaque ao chegar à terras brasileiras: Godzilla (cuja maioria dos filmes foi exibida no SBT) e Cybercops (transmitido pela Rede Manchete e anos depois pela CNT / Gazeta). Vejamos agora um pouco sobre cada uma delas.

Godzilla, o rei dos monstros

Godzilla

Godzilla é um monstro que dá origem a uma série de filmes do mesmo nome no Japão. O personagem apareceu pela primeira vez no longa de 1954 dirigido por Ishirō Honda e se tornou um ícone de cultura pop mundial, chegando a ganhar versões hollywoodianas, games, quadrinhos, séries de TV e muito mais. O título de “Rei dos Monstros” foi atribuído a versão americana (ou “sabanizada”) que o filme original recebeu em 1956.

Godzilla é retratado como um gigante enorme, destrutivo e pré-histórico, despertado pela radiação nuclear. Com os bombardeios nucleares de Hiroshima e Nagasaki e o incidente do Lucky Dragon 5 ainda estavam frescos na consciência japonesa, Godzilla foi concebido como uma metáfora para as armas nucleares.

À medida que a série de filmes se expandia, algumas histórias tomavam caminhos mais leves, retratando Godzilla como um anti-herói, ou uma ameaça menor que defende a humanidade. Com o fim da Guerra Fria, vários filmes Godzilla pós-1984 mudaram o retrato do personagem para temas como o esquecimento do Japão em relação ao seu passado imperial, desastres naturais e a condição humana. 

Godzilla foi apresentado ao lado de muitos personagens de apoio. Ele enfrentou adversários humanos como o JSDF e outros monstros, incluindo o rei Ghidorah, o alienígena Gigan e o robô Mechagodzilla.

Godzilla também fez aliados, como os monstros MothraRodan e Anguirus, e descendentes como Minilla e Godzilla Junior. Ele também lutou contra personagens de outras franquias em crossovers, tais como King Kong e personagens de HQs da Marvel Comics como a S.H.I.E..D., Quarteto Fantástico e Vingadores.

Cybercop, os policiais do futuro

Cybercops os policaiais do futuro

Dennou Keisatsu Cybercop ou Cybercop, os policiais do futuro é uma série de TV lançada em 1988 pela Toho Co para o canal de TV japonês NTV.

Sua ideia original era ser um concorrente direto dos Super Sentais, mas a ideia foi descartada logo após a produção do episódio piloto, embora tenha se mantido a ideia dos personagens usarem armaduras coloridas.

A história se passa no ano de 1999, época em que o crime cresceu consideravelmente na cidade de Tóquio. Assim, a Força de Polícia Metropolitana decide criar uma força-tarefa especial para combater a situação terrível. chamada ZAC (a sigla de Zero-Section Armed Constable).

Esse departamento da polícia foi projetado para missões especiais, razão pela qual os cientistas da polícia desenvolveram as Unidades Cyber, três armaduras de alta potência equipadas com a mais recente tecnologia: Marte, Saturno e Mercúrio.

Contudo, um jovem misterioso, Shinya Takeda, aparece subitamente e salva o dia após usar sua própria armadura, a Unidade Júpiter. A partir de então, ele se junta ao ZAC para combater a organização maligna Destrap (Ou “Death Trap”, nome original), governada pelo implacável Barão Kageyama cujo objetivo é usar o poder dos computadores para conquistar o mundo.

Gostou deste artigo sobre a Toho Co? Então, conte para a gente nos comentários.

Via Agências/TokuBlog

Comentários do Facebook