A Sony Interactive Entertainment anunciou nesta terça-feira (4), por meio de um relatório do ano fiscal iniciado em abril de 2020, que o PS4 superou 112 milhões de unidades vendidas.

Durante o primeiro trimestre deste ano fiscal (1º de abril até 30 de junho), a Sony informou que vendeu 1.9 milhões de unidades do PlayStation 4, elevando as vendas desde o lançamento do console para 112.3 milhões. Em comparação com o mesmo período do ano passado, houve uma queda, mas nada inesperado considerando a chegada do PlayStation 5 em 2020.

De forma geral, a receita da divisão de jogos e serviços digitais da Sony cresceu em 32% na comparação com o ano anterior, graças às vendas de software e assinaturas. A empresa vendeu 91 milhões de unidades de software durante o trimestre, de acordo com o relatório suplementar, sendo 18.5 milhões deste número apenas exclusivos. Ademais, The Last of Us Part II foi lançado em junho e se tornou o exclusivo do PS4 que mais vendeu em menos tempo, chegando a quatro milhões de cópias em três dias.

74% dos jogos vendidos no trimestre em questão foram adquiridos digitalmente, uma mudança significativa em comparação com os 53% do ano anterior. O gasto com bens digitais cresceu ao longo da pandemia do COVID-19, levando a um recorde nas compras relacionadas a jogos nos Estados Unidos no início de 2020. A Sony está bem posicionada para capitalizar esta mudança de mercado com o lançamento de um PS5 sem entrada para discos físicos.

Enquanto isso, o número de assinantes do PS Plus cresceu para 44.9 milhões. Conforme reportado pelo GamesIndustry.biz, o salto trimestral de 3.4 milhões foi o maior na história da empresa. Usuários ativos mensalmente, que a Sony estima ser o número de contas únicas que engajaram na PlayStation Network em junho, alcançou 113 milhões. Em comparação, a Microsoft contabilizou “quase 90 milhões” de usuários ativos mensalmente na Xbox Live no final de abril.

Via Agências

Comentários do Facebook