O Presidente Jair Bosonaro se tornou o centro das atenções nas redes sociais nesta sexta-feira (29) após acusar o ator norte-americano Leonardo DiCaprio de colaborar com as queimadas na Amazônia. (via IGN)

Entenda a treta:

“Uma ONG contratou R$ 70 mil pra fotografia de queimadas. O pessoal ali, da ONG, o que eles fizeram? O que é mais fácil? Toca fogo no mato. Tira foto, filma, manda para a ONG, a ONG divulga aquilo, faz uma campanha contra o Brasil, daí entra em contato com o Leonardo DiCaprio e ele doa US$ 500 mil para essa ONG. Uma parte foi pro pessoal que tava tocando fogo. Leonardo Di Caprio, você está colaborando com a queimada na Amazônia”, declarou Bolsonaro em uma live feita na última quinta-feira (28).

O Chefe do Poder Executivo estava falando a respeito da Operação Fogo Sairé, que prendeu na última terça-feira (26) quatro brigadistas da organização Brigada Alter do Chão por suspeita de envolvimento com as queimadas que, em setembro, atingiram Alter do Chão, em Santarém, no Pará.

“Não doe dinheiro para ONG. Eles não estão lá para preservar o meio ambiente. Estão lá em causa própria. Estava circulando foto dos quatro ongueiros, vi a foto aqui, parece verdadeira (não tenho certeza), os caras vivendo numa luxúria de fazer inveja pra qualquer trilionário. E ganhando a vida como? Tocando fogo na Amazônia. Grande jogada! Toca fogo na Amazônia, divulga as imagens e ganha um dinheirinho do Leonardo DiCaprio. Ô, Di Caprio, pisou na bola, hein?”, reiterou o presidente.

A Fundação de DiCaprio

Presidida pelo ator, a Fundação Earth Alliance (Aliança da Terra) foi criada em julho e entre suas primeiras ações está a este fundo emergencial para o financiamento de comunidades indígenas e organizações da região amazônica que trabalham para proteger a biodiversidade da floresta que sofre com um aumento no número de queimadas.

Soltura dos presos

Uma conversa que envolve um diretor de uma ONG é considerada pela polícia como principal elemento que liga ambientalistas e brigadistas a incêndios. Nenhum elemento ligado a perícia, testemunhas ou imagens conclusivas é apresentado no documento que embasa o pedido deferido pela Justiça.

A ONG WWF revelou em nota que não recebeu qualquer doação do ator ou ter adquirido qualquer foto ou imagem da Brigada. 

Até o momento da publicação desta matéria, o ator Leonardo DiCaprio não se manifestou a respeito.

Agências/IGN