O Facebook sempre está de olho em você! A companha recentemente revelou a dois senadores americanos em carta que, mesmo o usuário desligando acesso à sua localização.

A rede de Mark Zuckerberg revelou que mesmo quando a rede social é impedida de acessar os serviços de localização no iPhone ou Android, ela consegue deduzir o local do usuário através do endereço IP ou de fotos publicadas na rede social. Ainda que menos preciso do que quando a localização ligada, a companhia usa as informações para segmentar anúncios.

“Por necessidade, praticamente todos os anúncios no Facebook são segmentados com base na localização, embora anúncios geralmente costumem ser direcionados a pessoas dentro de uma cidade em particular ou em alguma região maior”, explica a empresa. “Caso contrário, pessoas em Washington, DC receberiam anúncios de serviços ou eventos em Londres e vice-versa.”

A empresa ainda que ter acesso aos IPs, pode-se melhorar o “combate campanhas de desinformação”: por exemplo, é possível detectar se posts de orientação política tentam interferir em um processo eleitoral se estiverem vindo de outro país.

Facebook local

E mais: “as pessoas podem fornecer ao Facebook informações específicas sobre sua localização… elas podem fazer check-in em um restaurante ou loja, ou aplicar uma etiqueta de localização em uma foto, ou serem marcadas por um amigo em um check-in”.

A nota ainda afirma o seguinte: “usamos a cidade e o CEP que coletamos dos endereços IP e outras informações, como check-ins e cidade atual do seu perfil, para garantir que estamos oferecendo às pessoas um bom serviço — como exibir o Facebook no idioma correto e mostrar eventos próximos e anúncios de empresas locais”.

O senador Chris Coons, ao comentar as informações, disse em comunicado: “o Facebook alega que os usuários estão no controle de sua própria privacidade, mas, na realidade, eles nem sequer têm a opção de impedir a rede social de coletar e monetizar suas informações de localização”.

Google também monitora os usuários

“Quando você usa nossos serviços, coletamos informações sobre sua localização, o que nos ajuda a oferecer recursos, como rotas de carro para a viagem de fim de semana ou horários de filmes que estão perto de você”.

E você, caro leitor, o que acha disso? Comente!

Agências/The Next Web/CNBC

Comentários do Facebook