Cidades ao redor do mundo estão investindo em uma atividade que até pouco tempo era coisa de criança ou de uma geração de geeks. A indústria dos games no Brasil não perde o jogo. O setor tem previsão de crescer uma média de 16,5% ao ano, no período entre 2019 a 2021.

Por trás deste mercado virtual, existe um grande mercado real. Somente em 2018, a movimentação financeira no setor de games no Brasil chegou a US$ 1,5 bilhão e manteve o país na liderança da América Latina e em 13º lugar no ranking global.

Com o crescimento da indústria do entretenimento no Brasil, a ZION joga na expansão do grupo, inaugura a 7 ª unidade e já tem a expectativa de chegar em 2030 com 77 escolas em todo o Brasil.

A nova unidade é 1ª escola estúdio da América do Sul com foco em desenvolvimento de games para atender 1400 alunos, que serão distribuídos em 15 turmas. Fora das salas de aula, o espaço contará com uma futurista arena de games aberta ao público, capaz de levar os alunos à loucura com experiências que vão desde realidade virtual do Star Wars, até uma impressora 3D para criação de bonecos e colecionáveis.

Outra característica do espaço é uma escultura hiper-realista de três metros, desenvolvida com a mesma técnica utilizadas no maior museu de cera do mundo, Madame Tussaud. No Brasil existem esculturas desse gênero apenas nos museus de Petrópolis, Gramado, Manaus, Foz de Iguaçu e Aparecida do Norte.

Segundo informou o diretor da escola da Tijuca, Rogério Félix, na ZION os alunos vão aprender desde a criação de um jogo de tabuleiro, até a execução de jogos para as mais novas tecnologias, como Realidade Virtual e Realidade Aumentada.“ Para nós todo jogo é uma ferramenta de estudo, e para que nossos alunos possam aprender cada vez mais, contamos com os video games mais atuais, os eternos clássicos e simuladores de corrida”, explica o educador.

E prossegue “Percebemos essa oportunidade no mercado, que demanda por profissionais especializados na produção de games e de conteúdo audiovisual, que hoje é a forma mais eficiente de se transmitir uma mensagem. Estudamos os anseios das empresas para que nossos alunos atendam de fato o que o mercado quer”, defende ele.

Outo diferencial da escola-estúdio é a metodologia híbrida, que mescla teoria e prática para o alcance de melhores resultados. “Há estudos que comprovam que, após duas semanas, só lembramos de 10% do que lemos. Porém, o cérebro é capaz de registrar até 90% do que aprendemos por meio de vivências práticas. Desde os primeiros meses de curso, o aluno tem contato com empreendedores reais e colocam em prática tudo o que aprendem”, lembra o especialista da Zion.

A programação da noite de inauguração está intensa com a apresentações de jogos produzidos por alunos de outras unidades e palestra com o google innovator,  Doug Alvoroçado, que vai apresentar, aos convidados,  as ferramentas do google que podem turbinar  uma aula, como o Google Street View.

Serviço:

Inauguração da ZION Tijuca – 1ª escola estúdio de games da América do Sul

Data: 28/03/2019

Horário: 19 horas

Local: Praça Saenz Peña, 19 – Tijuca, Rio de Janeiro

escolazion.com