steam

Como forma de combater usuários maliciosos dentro de sua plataforma, a Valve anunciou que contas que não gastaram ao menos US$ 5 no Steam terão funções sociais significativamente limitadas. A medida foi tomada após uma série de reclamações sobre spambots e tentativas de phising em busca de acesso à conta e informações de outras contas.

“Usuários maliciosos tendem a operar na comunidade em contas que não gastaram nenhum dinheiro, reduzindo o risco individual de suas ações”, explica a página de suporte do Steam. “Uma das melhores fontes de informação que podemos comparar entre usuários comuns e maliciosos são seus hábitos de consumo, já que tipicamente não há investimento na longevidade da conta usada. Por ser um cenário comum, decidimos restringir certas funções da comunidade até uma conta alcançar ou superar o gasto de US$ 5 no Steam”.

As limitações incluem convites de amizade, chats em grupo, participação no Mercado, possibilidade de votar no Steam Greenlight ou postar análises de jogos, e envio de modificações pelo Steam Workshop.

De acordo com a página de suporte explicando a nova política (em inglês), usuários que tiverem liberado jogos via chaves, cópias físicas ou presentes e não tiverem gastado ao menos US$ 5 no Steam também não terão acesso a funções sociais. O mesmo vale para quem só tem interesse em jogos free-to-play, como “Dota 2” e “Team Fortress 2”, que não gastaram dinheiro na plataforma.

 

Agências


Comentar via Facebbok

comentários