O flamengo agora tem contrato exclusivo com PES, rival de FIFA

Mais de 70 jogadores brasileiros entraram com ação contra a Konami, produtoras de Pro Evolution Soccer, e Eeletronic Arts Sports, produtora de Fifa, por conta do uso de suas imagens. Os processos envolvem games lançados entre 2007 e 2014, ano em que Konami e EA Sports começaram a negociar diretamente com jogadores e times pelo uso de nomes, símbolos, uniformes e feições de atletas do campeonato nacional de futebol. Desde então, nenhum dos jogos conta com todos os times brasileiros completos.

A lista conta com nomes conhecidos, como Paulo Baier (que já encerrou a carreira), Maxi Biancucchi (primo de Lionel Messi), Wellington Paulista (atualmente na Chapecoense), Vanderlei (goleiro do Santos) entre outros. Quatro atletas venceram a EA Sports em 2ª instância, casos de Magrão (Sport), Reinaldo (ex-Flamengo, SP e Santos), Fierro (ex-Flamengo) e Wellington Paulista (Chapecoense).

Embora as ações contra a Konami ainda não foram julgadas, no caso da EA, a responsável para passar os valores é a FIFPro, Federação Internacional de Futebolistas Profissionais. A produtora paga para o órgão e este encaminha aos sindicatos e associações de atletas. A Fenapaf é quem trabalha a respeito no Brasil.

“[A EA Sports] possui Contratos de Licença para uso e exploração dos direitos de imagem dos jogadores com a FIFPro – por meio dos quais se assegura a cessão do direito de imagem de jogadores de diversos países, incluindo do Brasil, pelo período de novembro de 2003 a dezembro de 2015”, consta na defesa.

As ações pedem compensações que vão de R$ 30 mil até R$ 110 mil. Abaixo você confere a lista de alguns atletas que conseguiram ações favoráveis. Lembrando que ainda cabe recurso na justiça:

David França (Santa Cruz e ex-Goiás) – R$ 110 mil Lúcio Flávio (Ex-Botafogo) – R$ 110 mil Ayrton (Pysandu e ex-Palmeiras) – R$ 100 mil Renan Oliveira (América/MG) – R$ 100 mil Tobi (ex-Sport) – R$ 80 mil Emerson Santos (ex-Bahia) –  R$ 60 mil Vanderlei (Santos) – R$ 55 mil Magrão (Sport) – R$ 55 mil Wilson  (Coritiba) –  R$ 50 mil Ygor  (Ex-Fluminense e Vasco) – R$ 50 mil Omar (ex-Bahia) – R$  50 mil Renato Cajá (Ponte Preta) – R$ 45 mil Fierro (ex-Flamengo) – R$ 40 mil Maxi Biancucchi (Ex-Bahia) R$ 40 mil Reinaldo (ex-Flamengo, SP e Santos) – R$ 30 mil.

Agências/UOL(BrunoThadeu)/OlharDigital


Comentar via Facebbok

comentários