O anúncio dos indicados ao 18º Grammy Latino aconteceu na tarde desta terça-feira (26). A premiação acontecerá no dia 16 de novembro. A data foi modificada, Antes marcada para o dia 16 de setembro, mas foi modificada por conta do terremoto no México.  Dentre os destaques, AnaVitoria, Tiago Iorc e Marília Mendonça são alguns dos nomes brasileiros na lista de indicados. AnaVitoria e Tiago Iorc aparecem em duas indicações: Primeiro separadamente pelo “Melhor álbum de pop contêmporâneo”  e juntos na categoria Melhor Canção de Língua Portuguesa, com a música “Trevo”, gravada em conjunto.

Marília Mendonça aparece na categoria Melhor Álbum de Musica Sertaneja, concorrendo com Daniel, Day e Lara, Luan Santana e Simone e Simaria.

Emicida e Rael concorrem a troféu de canção “Best urban song”

Destaques Latinos

“Despacito”, fenômeno mundial, é destaque em quatro categorias: Gravação do Ano, Canção do Ano, Melhor Fusão/Interpretação Urbana e Melhor Vídeo Musical Versão Curta.

Shakira é destaque com o som “Chantaje”, com a participação de Maluma, na categoria “Gravação do Ano”, e com Rick Matin em “Vente Pa’ca”.

Veja categorias com brasileiros indicados:

Melhor canção em língua portuguesa

  • “Noturna (Nada de Novo na Noite)” – Marisa Monte, Silva & Lucas Silva – compositores (Silva com Marisa Monte)
  • “Pé Na Areia” – Cauique, Diogo Leite & Rodrigo Leite – compositores (Diogo Nogueira)
  • “So Posso Dizer” – Nando Reis – compositor (Nando Reis)
  • “Trevo (Tu)” – Ana Caetano & Tiago Iorc – compositores (AnaVitória Featuring Tiago Iorc)
  • “Triste, Louca Ou Má” – Francisco, El Hombre – compositor (Francisco, El Hombre)

Melhor álbum de música sertaneja

  • “Daniel” – Daniel
  • “(…)” – Day & Lara
  • “1977” – Luan Santana
  • “Realidade Ao Vivo Em Manaus” – Marília Mendonça
  • “Live” – Simone & Simaria

Melhor álbum de pop contemporâneo de musica portuguesa

  • “AnaVitória” – AnaVitória
  • “Boogie Naipe” – Mano Brown
  • “Troco Likes Ao Vivo: Um Filme De Tiago Iorc” – Tiago Iorc
  • “Tudo Nosso” – Jamz
  • “A Danada Sou Eu” – Ludmilla

Melhor álbum de rock ou de música alternativa em língua portuguesa

  • Brutown” – The Baggios
  • “Aventuras II” – Blitz
  • “Boca” – Curumin
  • “MM3” – Metá Metá
  • “Jardim – Pomar” – Nando Reis

Melhor álbum de samba/pagode:

  • “+ Misturado” – Mart’nália
  • “Na Luz Do Samba” – Luciana Mello
  • “Alma Brasileira” – Diogo Nogueira
  • “Delírio No Circo” – Roberta Sá
  • “Samba Book: Jorge Aragão” – Varios Artistas

Melhor álbum de música popular brasileira

  • “Dos Navegantes” – Edu Lobo, Romero Lubambo, Mauro Senise
  • “DNA Musical” – Alexandre Pires
  • “Silva Canta Marisa” – Silva
  • “Até Pensei Que Fosse Minha” – António Zambujo
  • “Zanna” – Zanna

Melhor álbum de música de raízes brasileiras

  • “Batom Bacaba” – Patricia Bastos
  • “No Embalo Do” – Pinduca
  • “Canta O Nordeste” – Trio Nordestino
  • “Ascensão” – Varios Artistas
  • “Ao Vivo – Melodias Do Sertão” – Bruna Viola
  • “Chamamé” – Yangos

Produtor do ano

  • Eduardo Bergallo
  • Eduardo Cabra
  • Moogie Canazio
  • Hamilton De Holanda, Marcos Portinari, Daniel Santiago
  • Armando Manzanero

Melhor projeto gráfico de um álbum

  • El Orisha De La Rosa
  • Na Medida Do Impossível Ao Vivo No Inhotim
  • Pirombeira
  • Sol
  • Três no Samba

Melhor álbum de música cristã (língua portuguesa)

  • “Acenda A Sua Luz” – Aline Barros
  • “Piano E Voz, Amigos E Pertences 2” – Paulo César Baruk & Leandro Rodrigues
  • “Ao Vivo Em Israel” – Fernanda Brum
  • “Clareou” – Padre Fábio De Melo
  • “Incomparável” – Bruna Karla
  • “Memórias” – Eli Soares

Melhor álbum de jazz latino/jazz

  • “Hybrido / From Rio To Wayne Shorter” – Antonio Adolfo
  • “Bajo Mundo” – Oskar Cartaya
  • “Dance Of Time” – Eliane Elias
  • “Mr. EP – A Tribute To Eddie Palmieri” – Charlie Sepúlveda & The Turnaround
  • “Típico” – Miguel Zenón

Melhor álbum instrumental

  • “Joined” – Cesar Camargo Mariano Featuring Rudiger Liebermann, Walter Seyfarth & Benoit Fromanger
  • “Spain Forever” – Michel Camilo & Tomatito
  • “Conversations With Vladimir Stowe” – Gustavo Casenave
  • “Origen” – Daniel Minimalia
  • “El Tren” – Luis Salinas

Melhor álbum de música “Urban”

  • “Big Yauran” – J Álvarez
  • “El Círculo” – Kase.O
  • “Rap Komunion” – Arianna Puello
  • “Coisas Do Meu Imaginário” – Rael
  • “Residente” – Residente
 Agências/G1


Comentar via Facebbok

comentários