Após oito anos como CEO da Activision Publishing, Eric Hirshberg vai deixar a empresa em março, quando acabar o ano fiscal de 2017, confirmou a companhia ao site IGN EUA. A assessoria de imprensa da Activision deu a seguinte declaração a imprensa:

Após trabalhar por oito anos como CEO da Activision, Eric Hirshberg decidiu deixar a empresa depois do fim do seu contrato em 31 de março de 2018.

Eric teve uma grande carreira, lançando muitos sucessos e está deixando a empresa depois de um excelente 2017. Em 21 de dezembro, Call of Duty: WWII e Destiny 2 foram os números 1 e 2 de vendas para consoles na América do Norte, baseado na nossa receita. Ainda, Call of Duty foi a franquia mais vendida na América do Norte pelo nono ano consecutivo e o oitavo mais vendido no mundo nos últimos nove anos, baseado em nossa receita.

Eric deixa a companhia com uma posição forte para o crescimento, com as franquia e produtos futuros, alem da liderança da equipe, em um ponto muito confortável para o futuro. Estamos extremamente gratos pela forte liderança de Eric durante sua passagem. Ele está saindo com todo o nosso respeito e gratidão.

A Activision Blizzard está procurando por um substituto.

“Trabalhar como presidente da Activision foi uma honra e foi excitante”, disse Hirshberg em comunicado. “Está é uma empresa incrível. Uma que constantemente entrega grandes experiências aos fãs em ua escala nunca antes vista. Eu só tenho admiração pela equipe que tive o privilégio de trabalhar. E eu só tenho elogios a Bobby por me dar essaoportinidade transfornadora e me dar a visão e a convicção de ser bem sucedido em um trabalho dessa escala.”

Em um comunicado separado, o CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, disse: “Durante a presença de Eric, tivemos uma performance histórica e grande sucesso. Ele é um líder inspirador e nós sentiremos falta de sua criatividade e tenacidade.”

 

 

 

 

Agências/IGN


Comentar via Facebbok

comentários