O Essential Phone é um dos aparelhos celulares mais esperados do mundo. Seu criador, Andy Rubin, é um dos criadores do Android, sistema operacional do Google e o mais usado do mundo. O novo aparelho tem um design diferenciado, configuração de ponta. Este vinha trazendo olhares positivos, mas ultimamente mudou com um teste de manutenção feito pelo site iFixit, conhecido por dissecar e mostrar como consertar os mais diversos tipos de aparelhos.

Sua arquitetura dificulta possíveis reparos menores.

A análise do site é bem negativa, pois o aparelho tem uma reparabilidade complicada. Na verdade, de acordo com o portal, é quase impossível não danificar o aparelho ao abri-lo. O resumo é que o Essential Phone recebeu a nota mínima de 1 numa escala de 1 a 10, o que coloca o aparelho lado a lado de produtos “impossíveis” de serem consertados, pois precisa ser danificado para que seus componentes internos possam ser acessados.

Todo o acabamento de alto nível, com cerâmica e titânio, atrapalha o acesso aos componentes. Na verdade, pelo o que foi apresentado, o aparelho deve ter sido construído para não ser aberto.

Agências/IFIXIT


Comentar via Facebbok

comentários